Case Tv Novo Tempo (9 downloads)


TV Cultura usa Media Portal para operação de fluxos na TV Câmara de São Paulo

Foto:Henrique Boney

A TV Cultura estabeleceu uma parceira com a TV Câmara de São Paulo para realizar a operação da TV Câmara. A operação consiste em manter uma grade de exibição na tv aberta com conteúdo próprio da Câmara Legislativa da cidade de São Paulo com transmissão das sessões plenárias, produção de documentários, produção de jornal, dentre outras atividades necessárias para manter o canal.

O conteúdo transmitido é um patrimônio público e precisa ser gerenciado de forma adequada. A solução para gerenciar e arquivar os conteúdos transmitidos será feito pela solução Media Portal, uma solução escolhida pela TV Cultura.
Gilvani Moletta – Diretor de tecnologia

A TV Cultura iniciou o uso do sistema Media Portal em 2006 para realizar a gestão e arquivamento do acervo quadruplex que na época que estava sendo digitalizado.

Desde então o sistema e a infraestrutura evoluíram, e quando a TV Cultura iniciou as transmissões no padrão HD, o sistema Media Portal passou a gerenciar os fluxos de produção realizando o arquivamento de todo material produzido. Hoje a emissora já tem mais de 1PB de conteúdo gerenciado pelo Media Portal.

Recentemente a TV Cultura ampliou a sua infraestrutura integrando a solução Quantum em seus fluxos de produção de conteúdo. O projeto com a TV Câmara é o primeiro projeto que tem o sistema Quantum completamente integrado com o sistema Media Portal.

Destaca-se a arquitetura da infraestrutura adotada, onde o material produzido pela TV Câmara será armazenado e arquivado em uma infraestruturalocal e tambem armazenado na nuvem privada da TV Cultura, que utilizam storages e robótica Quantum.

O canal da TV Câmara será operado através da infraestrutura de Broadcast da própria TV Cultura. O principal fluxo de conteúdo estará transferindo o material do ambiente da TV Câmara para o ambiente da TV Cultura. Os fluxos são completamente automáticos e gerenciados pelo sistema Media Portal, eles também estão integrados com mecanismos automáticos de transcrição de voz para texto gerando metadados de forma automática.

Além dos ganhos operacionais o conteúdo espelhado também serve de Disaster Recovery, o que aumenta muito a segurança da operação.
Rodrigo Petrucci