,

Media Portal apresenta o Voice Analyser

A empresa Média Portal tem vários projetos desenvolvidos neste ano, entre os que se destacam a TV Câmara de São Paulo em parceria com a TV Cultura, e o upgrade da TV Câmara de São José dos Campos (Interior de SP). Neste projetos foram fundamentais as novas tecnologias desenvolvidas pela empresa para a aplicação de Inteligência Artificial + Gestão de Fluxos + Integração com Cloud Computing. ‘Em particular em SET vamos a apresentar os produtos: Voice Analyser: Sistema que automatiza processos de transcrição de voz para texto criando legendas e closed caption. Oferece capacidade de re-locução de textos para vídeos onde exista dificuldade de extrair um áudio de qualidade; o OpenIT, portal público integrado com o Media Portal, onde todo o conteúdo gerenciado pode ser disponibilizado através da internet em alguns cliques. O sistema permite integração com outras soluções de mercado, como: Youtube, Vimeo, Facebook e Sambatech’ destacou Murilo Santos, da Media Portal Soluções Ltda. Os dados gerenciais fornecidos podem ser utilizados para ajudar a criar grades de programação, produção e novos negócios. ‘Neste momento estamos com novos projetos contratados e esperamos que possam ser apresentados até o final do ano. Também iniciamos nossa atuação na América Latina, por isso estamos trabalhando em alguns projetos. Iremos participar da CAPER, com em anos anteriores’. ‘Por nossa expertise usamos virtualização desde 2012, e nosso primeiro projeto foi com a EPTV Campinas (interior de SP). A partir desse projeto adotamos a virtualização como padrão e esse nosso cliente abraçou os conceitos, e tem aplicado o uso de virtualização em muitas outras soluções. Também estamos iniciando projetos com estrutura hiperconvergentes,o que oferece ainda mais flexibilidade’, disse. Para Santos, a adoção de tecnologia IP no ambiente Broadcast é inevitável, existem muitos ganhos em infraestrutura, e principalmente, operacionais. ‘Nossas soluções são baseadas em infraestrutura de TI, e estão preparadas para trabalhar 100% em IP’, afirmou Murilo. ‘A indústria de broadcast sempre esteve adiante do mercado, mas faz poucos anos o mercado começou a ficar tecnologicamente adiante da indústria. Veja o caso da tecnologia HD’, resumiu Santos.

Revista Prensario Internacional – Agosto 2018 – #334
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *